Acho que vou ser demitido

Acho que vou ser demitido

O gato subiu no telhado! Alguma coisa não anda bem na sua empresa e você acha que pode ser demitido? Não é possível adivinhar o futuro, mas em tempos de crise econômica, qualquer coisa pode ser encarada como risco de demissão. No entanto, há outros fatores, às vezes não tão evidentes, que podem te alertar sobre o risco de uma demissão. Veja alguns indícios que podem confirmar suas suspeitas e como você pode agir para tentar reverter essa situação.

Resultados ruins da empresa

Em tempos de crise ou não, resultados ruins da empresa por repetidos períodos de tempo sempre devem ligar um alerta, porque ensejam geralmente medidas de cortes de custos. Avalie a situação da sua empresa e veja se esse é o caso. Avalie também a área que você trabalha e a importância dela dentro da empresa. E também fique atento à “radio-corredor”. Quando o management da empresa começa a falar em cortes, há grandes chances de isso vazar entre os funcionários.

No caso de demissões em massa, pessoas que já passaram por grandes cortes contam que perceberam alguns sinais, como muitas reuniões entre os gestores de diferentes áreas (sem suas equipes), suspensão de reuniões para planejamento e contratações suspensas.

Feedback ruim do seu superior

Se você acabou de ter uma reunião de feedback com seu superior e as conclusões foram ruins, é sinal de alerta. A reunião de feedback tem como objetivo te posicionar sobre o que a empresa espera de você e se este retorno não foi bom, você deve repensar suas atitudes, procurar entender os motivos pelos quais está sendo alertado e mudar sua postura diante da situação. Normalmente, as pessoas vão pra reuniões deste tipo com o intuito de justificar seus erros e não de ouvir e pensar em melhorar. É aí que mora o perigo. Ter um feedback ruim e insistir no mesmo comportamento pode sim te levar a ser demitido.

Então a sugestão aqui é pensar sobre o que foi dito e planejar sua mudança de atitude. Se os pontos negativos são comportamentais, reveja suas atitudes. Se estão ligados à sua produtividade, reveja seu método de trabalho, avalie onde pode ser mais eficiente, peça ajuda a seus colegas de trabalho, dedique-se mais. Obviamente estas sugestões são genéricas e cada caso é um caso, mas só você poderá fazer uma autoanálise e uma avaliação do que pode ser melhorado. O alerta já foi dado.

Se você acha que precisa de ajuda neste processo de autoanálise, que tal pensar em conversar com um profissional especializado e fazer uma sessão de coaching? Costuma ser muito útil. Quer nossa ajuda? Se não sabe o que é coaching nem onde contratar um profissional desse tipo, dá uma olhada na nossa página de serviços ou escreva para contato@fuidemitido.com.br

Mudanças de comportamento dos colegas de trabalho com você ou em rotinas de trabalho

Às vezes, podemos ter indicações de que algo não vai bem através de pessoas próximas. E isso não quer dizer que seus colegas de trabalho vão lhe contar que você será demitido se souberem. Essa é uma questão delicada e a maioria das pessoas prefere não ser o portador de notícias como essa. Ou não podem falar porque foram impedidos por superiores.

Então fique atento se você deixar de ser chamado para reuniões que costumava participar, se as pessoas deixarem de falar com você ou se pararem de falar quando você chega. Há casos também em que suas funções começam a ser distribuídas entre outras pessoas, sem que você tenha novas atribuições.

Processos de reestruturação organizacional, como fusões e aquisições

Os movimentos de empresas costumam gerar diversos ajustes em termos de recursos humanos, e não raro pode haver demissões. Se a sua empresa passa por um processo de reestruturação organizacional ou alguma fusão e aquisição, você tem de ter consciência de que sua posição pode ser cortada e isso vale para qualquer nível.

E não ache que se a sua empresa foi a que comprou outra empresa, você não será cortado. Há um caso até recente em que uma grande empresa comprou uma empresa menor e mais eficiente. E no ajuste de pessoal após a compra, o board decidiu por manter muitos dos gestores e funcionários do time da equipe menor e demitir seus funcionários.

Então fique atento e avalie os momentos empresariais.  Uma dica legal é preparar, para ontem, algum material que mostre seu valor na empresa. Monte um portfólio da sua atuação e de seus resultados, tentando destacar o seu valor para empresa. Aponte desafios que você enfrentou, soluções inovadoras que propôs e/ou implementou e os impactos financeiros de suas ações.

Novo gestor na sua área ou na empresa 

Se um novo gestor acabou de chegar, na sua área ou na empresa, significa que você já está em um novo emprego. Isso porque tudo sua atuação será novamente analisada a avaliada por uma nova pessoa, que pode ou não aprovar sua conduta ou sua performance. Ou ainda, o novo gestor, independente do que acha de você, pode simplesmente querer ter seu próprio time. Isso é muito comum, principalmente com equipes de mais alto escalão.

Aqui vale a dica anterior sobre mostrar seu valor através de um portfólio. Mas tente também se mostrar apto a ajudar o novo gestor a entender a empresa e tomar as primeiras decisões.  Mas não seja puxa saco ou inconveniente, ok?

Empresa buscando ou já contratando pessoas com qualificações similares a sua

Esse é um dos sinais mais preocupantes, a menos que sua empresa esteja em plena expansão e caiba espaço para mais gente fazendo o que você faz, ou seja, pares na sua atividade. Há histórias de pessoas que descobriram que seriam demitidas ao verem vagas da empresa com descrição de atividades exatamente iguais às suas tarefas.

 

Esses seis itens são alguns dos sinais que você corre o risco de ser demitido, mas há muitos outros. Se você já percebeu que seria demitido antes do fato em si, conta pra gente. Envie um e-mail para contato@fuidemitido.com.br

E se quiser saber mais sobre o que você pode fazer caso ache que vai ser demitido, dê uma lida aqui.

Gostou desse artigo? Então compartilhe nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *