4 coisas pra fazer se você acha que será demitido

4 coisas pra fazer se você acha que será demitido

Você já viu aqui, há diversas formas que podem te levar a achar ou perceber que vai ser demitido. No entanto, independente do sinal de que uma demissão está vindo, o que a maioria das pessoas quer mesmo é continuar empregada. Então será que há algo que você pode tentar fazer para evitar ou, na pior das hipóteses, para se preparar para isso?

Listamos aqui algumas ideias que podem te ajudar neste momento.

Tente destacar seus resultados

Se você acha que pode ser demitido porque há movimentos na sua empresa ou na sua área, como reestruturações ou novos gestores, o ponto principal é a necessidade de ratificar a sua qualidade como profissional. Para isso, uma dica legal é preparar, o quanto antes, algum material que mostre seu valor na empresa. Que tal montar um portfólio da sua atuação e de seus resultados, tentando destacar o seu valor para empresa? Aponte desafios que você enfrentou, soluções inovadoras que propôs e/ou implementou e os impactos financeiros de suas ações.

Busque mudar suas atitudes e aumentar sua produtividade

Se a sua percepção de risco de ser demitido está associada a avaliações ruins ou a um problema de produtividade identificado por você mesmo, é fundamental traçar um plano para mudar de atitude e melhorar sua performance.

Então a sugestão aqui é pensar sobre o que foi dito e planejar esta mudança. Se os pontos negativos são comportamentais, reveja suas atitudes. Se estão ligados à sua produtividade, reveja seu método de trabalho, avalie onde pode ser mais eficiente, peça ajuda a seus colegas de trabalho, dedique-se mais. Obviamente estas sugestões são genéricas e cada caso é um caso, mas só você poderá fazer uma autoanálise e uma avaliação do que pode ser melhorado. O alerta já foi dado.

Se você acha que precisa de ajuda neste processo de autoanálise, que tal pensar em conversar com um profissional especializado e fazer uma sessão de coaching? Costuma ser muito útil.

Não seja puxa saco

A gente sabe que conviver com o medo de ser demitido é uma das piores sensações. Mas virar puxa saco de seus superiores para tentar evitar isso não parece ser uma boa providência a ser tomada. As pessoas percebem isso, tanto seus superiores quanto seus colegas de trabalho e no fim das contas, isso tende a causar mais má impressão do que boa. E vamos combinar que gente puxa saco é chato e inconveniente, não é? Seja prestativo, atento, apoie seus superiores nos desafios da empresa, mas não seja puxa saco, ok?

Confie que “Precaução” é a palavra de ouro

Independentemente do que você fará para tentar evitar uma demissão, não demore a tomar atitudes para se preparar caso o cenário seja irreversível. Aqui vão algumas sugestões de providências que recomendamos que você faça o quanto antes:

  • Comece a organizar e salvar os seus arquivos pessoais. Salve e leve-os para casa em um HD ou salve em um programa de armazenagem em nuvem privado, ou seja, que você poderá acessar mesmo se sair da empresa. Alguns exemplos são Dropbox, Google Drive ou Sky Drive.
  • Salve contatos de pessoas dentro e fora da empresa que podem ser úteis como contatos profissionais, caso você precise se recolocar. Já pensou que diversos fornecedores da sua empresa podem ser futuros empregadores para você? Ou que colegas de outras áreas podem te indicar para uma nova oportunidade? Salve todos em uma agenda e anote de onde conhece cada um deles. Tente anotar também que tipo de trabalho ou contato você já teve com cada um. Isso pode ser importante para refrescar a memória de alguns deles caso você venha a contatá-lo por e-mail, por exemplo.
  • Levante como está a sua situação financeira, dívidas e investimentos. Anote tudo e faça um orçamento. Essa dica vale para qualquer pessoa a qualquer tempo, mas em momentos de risco ou dificuldade, é quase obrigação. Fazer um orçamento com as suas receitas, despesas e investimentos vai te ajudar a se preparar melhor.
  • Pense se não é hora de começar a reduzir alguns gastos e poupar mais? É normal quando estamos em uma situação financeira confortável, gastarmos com coisas que nem sempre sejam indispensáveis ou tão necessárias assim? Será que você precisa, por exemplo, de um pacote de TV a cabo com 500 canais? Não há nenhum plano menor que possa te atender? Você realmente usufrui daquela assinatura de revista? Será que não pode ser cortado, ainda que temporariamente? Cada pessoa possui um conjunto de gastos e necessidades diferentes. Então use seu olhar crítico pensando sempre que é melhor você reduzir agora para aumentar suas economias do que correr o risco de se endividar caso seja demitido.
  • Exponha a situação calmamente em casa e coloque os seus planos para a compreensão de todos. Engajar a família neste momento pode parecer desnecessário, porque você ainda não sabe de fato se será demitido, mas é uma precaução importante. Isso evita que todo mundo se assuste depois e ajuda com que todos se comprometam a evitar gastos desnecessários e a reduzir despesas se for possível.
  • Providencie um check-up antecipado utilizando o plano de saúde da empresa.Faça consultas e exames de praxe para verificar se está tudo ok. Se houver disponibilidade, verifique a parte dentária também. Não é nada agradável descobrir um problema de saúde que podia ser tratado antes de uma demissão e não foi.
  • Analise opções de plano de saúde. Se algum membro da sua família está empregado ou tem opção de inclusão de outras pessoas em um plano de saúde, levante estas opções e os possíveis custos associados. Também pergunte ao RH da sua empresa se há descontos para quem continua no plano de saúde, mesmo saindo da empresa. Faça também cotações no mercado de planos de saúde privados que atendam às suas necessidades e da sua família.

E agora, mãos à obra. Busque se antecipar e se precaver o quanto puder.

E você, já traçou suas estratégias se acha que vai ser demitido ? Mãos à obra. Conta pra gente no contato@fuidemitido.com.br

Gostou desse artigo? Então compartilhe nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *